terça-feira, 28 de julho de 2009

PRÉDIO É CONSTRUÍDO EM PAU DOS FERROS-RN, NO FORMATO DE NAVIO





















Não se trata de uma construção moderna. É um prédio comum, erguido com o mesmo material que se constrói uma casa. O que o torna diferente é o formato de uma âncora de navio pesando mais de uma tonelada fixado na frente.

O Titanic Center é um futuro endereço comercial que, mesmo antes de ser concluído, já chama atenção de quem passa pela Rua Manoel Alexandre, bairro Princesinha do Oeste, nas margens da BR-405, em Pau dos Ferros.
O Centro Comercial, que terá uma farmácia, um laboratório e dez salas, com dois ambientes, para funcionar escritórios, pertence ao analista clínico José Cleodécio Chagas de Oliveira, que quer inaugurar a obra antes do final do ano.
Não se trata de uma estrutura do tamanho do Titanic, que tinha 269 metros de comprimento, 54 metros de altura, 28 de largura e pesava 46.328 toneladas. Tem menos de 30 de comprimento, 20 de largura e apenas dois andares.
O investimento total será de aproximadamente R$ 350 mil, somente para erguer o prédio, que fica localizado numa das regiões mais caras do município. "Um metro linear de terra nesta área custa em média R$ 6 mil e não tem", revela Cleodécio.
O projeto inicial não previa intencionalmente uma estrutura parecendo um navio. A estrutura foi projetada conforme o formato do terreno. "Depois que a estrutura ganhou forma, as pessoas ficaram dizendo que parecia com um navio", conta.
"Como sei que a voz do povo é a voz de Deus, imediatamente já entrei em contato com o arquiteto Laucivan de Sousa para readaptar o projeto para um formato de um navio, com detalhes de luz, ancora e tudo que fosse necessário", diz.
A obra está com 70% de seu total. As paredes já foram erguidas. As salas já estão recebendo o reboco e a cerâmica. "Falta pintura, que será especial para parecer ainda mais com um navio, instalações elétricas e hidráulicas", conta.
Quando esta parte estiver pronta, o empresário disse que muitas das salas comerciais para escritório já vão estar reservadas. "É um ponto privilegiado e uma estrutura diferenciada, sem deixar de lado o conforto", descreve.
O empresário disse ainda que já viajou muito pelo País e ainda não viu uma obra com o formado de um navio. "Mas não foi minha intenção ser o primeiro. Ocorre que a situação gerou este quadro e que gostei e resolvi encarar de frente", diz.

VALORIZAÇÃO
A valorização dos terrenos onde está sendo construído o Titanic Center é em decorrência da Presença do Campos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Hospital Regional e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN).

FONTE: JORNAL DE FATO, EDITADO NA CIDADE DE MOSSORÓ-RN, EDIÇÃO DO DIA 28/07/2009(TERÇA-FEIRA)

sábado, 25 de julho de 2009

NOVA ARQUITETURA MOSSOROENSE


Mossoró nos últimos dez anos teve uma radical transformação em todos os aspectos, principalmente no que diz respeito a verticalização, com vários edíficos acima de dez andares. Nossa querida e amada cidade de Santa Luzia querendo conquistar o jeito de capital. Falta pouco. Quem ama Mossoró quer vê-la nas alturas. Já temos prédio com 23 pavimentos e encontra-se em construção, um com 28 andares. MOSSORÓ EU TE AMO.

PRÉDIO MAIS ALTO DE MOSSORÓ EM 1986

Em 1986 a arquitetura antiga mossoroense começar a receber uma nova. Naquele ano era inaugurado p edifício mais alto da cidade, o Hotel Imperial, na Rua Idalino Oliveira, no Centro, com seis andares

CÂMARA MUNICIPAL DE SEVERIANO MELO - 2005/2008

MOSSORÓ ANTIGA - Fonte: Coluna do conceituado jornalista EMERY COSTA, no Jornal O MOSSOROENSE, edição de 26/7/09

Não fosse pelo prédio ainda hoje sede da Rádio Rural, talvez nós nem identificássemos a paisagem. Mas, efetivamente, o que estamos vendo aí é uma foto da praça Vigário Antônio Joaquim e presumivelmente do ano de 1940. O único edifício preservado até hoje nesse enfoque, repito, é o da Rádio Rural de Mossoró. Ao seu lado onde hoje é a sede da Câmara Municipal era o chamado na época de bangalô Delfino Freire, um ricaço da época aqui em Mossoró. Na esquina, na outra ponta, está o prédio da antiga Recebedoria de Rendas, hoje pertencente à Coletoria Estadual. Na praça Vigário Antônio Joaquim alguém trajando um vestido da época, o caramanchão e as plantas todas elas cercadinhas. Os postes eram bem de acordo com o estilo de antigamente. Isso tudo mudou demais. E se nós estamos no ano de 1940, então lá se vão... 69 anos no túnel do tempo da História mossoroense.

terça-feira, 21 de julho de 2009

ESTÁTUA DA LIBERDADE - MOSSORÓ-RN


A Estátua da Liberdade fica na Praça da Redenção, em frente ao prédio da União Caixeiral. Foi inaugurada no dia 30 de setembro de 1904, por iniciativa do dr. Sebastião Fernandes de Oliveira, na época promotor de Justiça de Mossoró, sendo o mesmo o orador oficial da solenidade, proferindo vibrante discurso na ocasião.

O escultor da obra foi Francisco Paulino da Silva, um mestre do cimento que já havia executado várias obras em Mossoró. Na ocasião, Mossoró comemorava os 21 anos da liberação dos escravos em território mossoroense, que havia acontecido cinco anos antes da liberação oficial em território brasileiro.

domingo, 12 de julho de 2009

ARQUITETURA ATUAL APODIENSE

Apodi nos últimos anos vem mudando sua arquitetura, deixando de ser uma cidade totalmente proviciana para a modernidade, com novos edifícios, como é o caso do prédio das Lojas Potiguar, do empresário Erinaldo Pinto, na Rua Margarida de Freitas, a principal da cidade que está quase totalmente modificada. Quem conhece Apodi há 30 anos atrás sabe como a cidade se modificou, tanto horizotal, como, aos poucos, verticamente. Já temos dois prédios com quatro andares, cinco com três pavimentos e está em construção o edifício mais alto da cidade, obra do empresário José Maria da Silva. localizado na Rua Padre João da Cunha, no bairro Lagoa Seca, ao lado do atual mais alto, o edifício Lagoa Seca, com cinco pavimentos.
Tomei conhecimento que varios empresários estão elaborando um projeto de um edifício de dez andares

LINK JM HOJE