LINK JM HOJE

terça-feira, 28 de julho de 2009

PRÉDIO É CONSTRUÍDO EM PAU DOS FERROS-RN, NO FORMATO DE NAVIO





















Não se trata de uma construção moderna. É um prédio comum, erguido com o mesmo material que se constrói uma casa. O que o torna diferente é o formato de uma âncora de navio pesando mais de uma tonelada fixado na frente.

O Titanic Center é um futuro endereço comercial que, mesmo antes de ser concluído, já chama atenção de quem passa pela Rua Manoel Alexandre, bairro Princesinha do Oeste, nas margens da BR-405, em Pau dos Ferros.
O Centro Comercial, que terá uma farmácia, um laboratório e dez salas, com dois ambientes, para funcionar escritórios, pertence ao analista clínico José Cleodécio Chagas de Oliveira, que quer inaugurar a obra antes do final do ano.
Não se trata de uma estrutura do tamanho do Titanic, que tinha 269 metros de comprimento, 54 metros de altura, 28 de largura e pesava 46.328 toneladas. Tem menos de 30 de comprimento, 20 de largura e apenas dois andares.
O investimento total será de aproximadamente R$ 350 mil, somente para erguer o prédio, que fica localizado numa das regiões mais caras do município. "Um metro linear de terra nesta área custa em média R$ 6 mil e não tem", revela Cleodécio.
O projeto inicial não previa intencionalmente uma estrutura parecendo um navio. A estrutura foi projetada conforme o formato do terreno. "Depois que a estrutura ganhou forma, as pessoas ficaram dizendo que parecia com um navio", conta.
"Como sei que a voz do povo é a voz de Deus, imediatamente já entrei em contato com o arquiteto Laucivan de Sousa para readaptar o projeto para um formato de um navio, com detalhes de luz, ancora e tudo que fosse necessário", diz.
A obra está com 70% de seu total. As paredes já foram erguidas. As salas já estão recebendo o reboco e a cerâmica. "Falta pintura, que será especial para parecer ainda mais com um navio, instalações elétricas e hidráulicas", conta.
Quando esta parte estiver pronta, o empresário disse que muitas das salas comerciais para escritório já vão estar reservadas. "É um ponto privilegiado e uma estrutura diferenciada, sem deixar de lado o conforto", descreve.
O empresário disse ainda que já viajou muito pelo País e ainda não viu uma obra com o formado de um navio. "Mas não foi minha intenção ser o primeiro. Ocorre que a situação gerou este quadro e que gostei e resolvi encarar de frente", diz.

VALORIZAÇÃO
A valorização dos terrenos onde está sendo construído o Titanic Center é em decorrência da Presença do Campos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Hospital Regional e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN).

FONTE: JORNAL DE FATO, EDITADO NA CIDADE DE MOSSORÓ-RN, EDIÇÃO DO DIA 28/07/2009(TERÇA-FEIRA)

Nenhum comentário:

Postar um comentário